Mulher jovem come uma salada
Dicas de saúde Para o corpo Plano Funeral

Cinco dicas de alimentação para ajudar a evitar a covid

Mulher jovem praticando uma alimentação saudávelUma boa alimentação é uma aliada importade para se manter saudável (Foto: yanalya – Freepik)

O início da vacinação no Brasil é um alento para todos que, há mais de um ano, esperam por uma maneira efetiva para acabar com a pandemia da covid-19. Mas enquanto as vacinas não chegam ao país em uma quantidade que permita uma imunização em massa da população, todos precisam seguir alertas e tomando as precauções necessárias. Principalmente agora, quando atravessamos a fase mais crítica da pandemia.

Mas se ainda não temos imunizantes em número suficiente, temos os alimentos. Uma boa alimentação não garante a cura da covid, mas nos ajuda a manter a imunidade em alta, algo indispensável em um momento como esse.

A alimentação do brasileiro durante a pandemia

De um modo geral, o brasileiro está se alimentando de forma mais saudável durante a pandemia. De acordo com o NutriNet Brasil, um estudo realizado pelo Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo (USP), houve um aumento geral no consumo de frutas, hortaliças e feijão (de 40,2% para 44,6%) no país durante a pandemia da covid-19. Por outro lado, alimentos ultraprocessados (produtos industrializados com adição de açúcares, sais, adoçantes, corantes, aromatizantes e conservantes) tiveram um aumento de consumo nas regiões Norte e Nordeste e entre pessoas de escolaridade mais baixa no mesmo período.

Como explica o professor Carlos Monteiro, coordenador do NutriNet Brasil, as mudanças são resultado da mudança de rotina durante a pandemia. Passando mais tempo em casa, as pessoas podem ter se estimulado a cozinharem mais. Ao mesmo tempo, a intensificação da publicidade dos ultraprocessados pode ser a explicação para sua maior presença na alimentação de parte da população brasileira.

Como ter uma alimentação mais saudável?

Monteiro ainda ressalta a diferença mais importante entre os dois hábitos alimentares: enquanto os multiprocessados favorecem doenças crônicas que aumentam a letalidade da covid-19, o consumo de alimentos in natura ou minimamente processados fortalece os mecanismos de defesa do organismo.

Ao melhorar nossa alimentação, melhoramos junto as defesas imunológicas do nosso organismo, nos deixando menos vulneráveis às doenças. E como o blog Cuidado pra Vida sempre traz dicas para você cuidar da saúde, mostramos agora cinco maneiras para desenvolvermos hábitos alimentares saudáveis.

Mantenha os vegetais na sua alimentação

Como a pandemia tem eventualmente restringido as saídas de casa, se tornou uma dificuldade garantir a compra de frutas, verduras e legumes frescos. Compre-os sempre que possível. Mas se for necessário, armazene os vegetais para mantê-los na sua dieta na quantidade ideal.

Frutas, verduras e legumes podem ser congelados, retendo a maioria de seus nutrientes e sabor. Fazer porções de sopas, caldos e polpas também é uma boa opção. Elas também podem ser congeladas e ficam prontas para o consumo rapidamente.

Comprando seus alimentos

Na hora das compras, priorize frutas, legumes e verduras da estação. Além de serem mais nutritivos, acabam tendo um preço mais em conta por terem uma oferta maior nos pontos de venda. E quando for escolher um mercado, dê preferência aos que trabalham com produtores locais. Isso garante que o tempo entre a produção e a venda seja menor, o que garante o frescor dos alimentos.

A boa alimentação vem de cedo!

É possível criar o hábito da alimentação saudável desde a infância. Crianças costumam lanchar uma ou duas vezes por dia. Então, troque os doces ou salgadinhos industrializados por opções mais saudáveis: saladas de frutas ou frutas secas, ovos cozidos, bolos e biscoitos caseiros, queijo, iogurte natural, castanhas ou nozes são algumas das sugestões de lanchinhos nutritivos, que saciam mais e são fáceis de fazer ou encontrar em qualquer lugar.

Tire os ultraprocessados da sua alimentação

É a recomendação do Guia Alimentar para a População Brasileira: faça de alimentos in natura ou minimamente processados a base da sua alimentação. Como já vimos acima, o excesso de sais, gorduras saturadas e açúcares dos alimentos ultraprocessados favorecem o surgimento de doenças crônicas e devem ser evitados ao máximo.

Refeições prontas para comer, lanches e sobremesas embaladas e sobremesas são os tipos mais comuns de alimentos ultraprocessados. Evite também bebidas açucaradas, trocando os refrigerantes e sucos industrializados por sucos e refrescos feitos com a própria fruta ou água.

Faça da cozinha um lugar de diversão!

Família que se alimenta unida, permanece unida! Fazer as refeições juntos é uma das melhores maneiras de fortalecer laços familiares e criar rotinas saudáveis. É bom envolver todos na preparação de alimentos e há tarefas para cada um: crianças pequenas podem ajudar na lavagem de alimentos ou pegar itens para quem estiver cozinhando, as maiores já conseguem colocar a mesa e os adultos dividem a preparação dos pratos.

Com a pandemia e as crianças passando muito mais tempo dentro de casa, estabelecer horários para o almoço e jantar e se alimentar em família pode ajudar a reduzir a ansiedade dos pequenos.

Alimentação saudável: bom para sua família como os planos da Colo da Mãe

Como vimos, se alimentar bem é importante para cuidarmos da nossa saúde e nos prevenirmos de doenças. E quando o assunto é cuidado, a Colo da Mãe é especialista. Atuamos oferecendo acolhimento e suporte em momentos difíceis, como a perda de um ente querido.

Com a garantia da SulAmérica Vida, o maior grupo segurador independente do país, nossos planos possuem assistência funerária e seguro de acidentes pessoais em um único produto, para cuidar duplamente de você e sua família.
Confira nossos planos no site http://www.colodamae.com.br e proteja quem você ama. E não se esqueça de comer todos os legumes do prato!

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *